terça-feira, 24 de maio de 2011

Espetáculo infantil "Flúvio e o Mar"



Coletivo Atores à Deriva apresenta FLÚVIO E O MAR

Peça infanto-juvenil do coletivo volta à Casa da Ribeira-Natal-RN, dia 29 de Maio.

Um menino com um destino de onda, um desejo de Mar. Assim é Flúvio, o herói da peça "Flúvio e o Mar", espetáculo infanto-juvenil do Coletivo Atores à Deriva, que volta aos palcos da Casa da Ribeira, nos dia 29 de Maio às 5 da tarde.
A peça conta a história de Flúvio, um menino de nome aquático que mora na pequena cidade de Elmo das Pedras e que um dia decide partir em uma aventura em busca do mar. No caminho, Flúvio encontra alguns personagens pitorescos: o Poeta, uma figura sábia e esquisita com um corpo só e duas cabeças; Maravilhoso, um jovem inteligente e muito ligado à sua terra e também as últimas tendências da moda; João Insatisfação, um jovem que tem uma verdadeira obsessão por comprar, mas que não conhece a própria mãe.
Todos esses personagens aparecem no caminho de Flúvio, alertando-o sobre suas escolhas. Finalmente, após uma tempestade, Flúvio encontra o mar e percebe que este está cheio de lixo , fruto de escolhas mal feitas por pessoas do mundo todo. Flúvio se decepciona por ver que o mar dos sonhos dele não está mais do mesmo jeito.
E agora? O que Flúvio irá escolher? Será que este é um destino sem volta?

O PROCESSO:
 
A Peça "Flúvio e o Mar" nasceu de um encontro de desejos dentro do Coletivo Atores à Deriva. Alguns desejavam montar uma peça para o público infanto-juvenil, que em Natal tem acesso a poucas opções de qualidade; outros queriam continuar a pesquisa sobre o mar e seus ensinamentos, ou ainda dar continuidade à pesquisa musical integrada à cena, facilitada nesse processo pelo músico Luiz Gadelha.
Diante desses desejos, duas notícias impactantes nos mobilizaram: o fato de que há ilhas de lixo se formando em todos os oceanos, algumas delas já maiores que alguns países e o grande derramamento de petróleo noticiado amplamente pela mídia internacional. O mar, nossa principal inspiração, está ameaçado.
Falar do Mar é para o coletivo uma metáfora para muitos aspectos da vida. O mar nos possibilita várias leituras, desde visões bem alegres e convidativas àquelas mais melancólicas e sombrias.
Assim, o mar que sempre nos remeteu ao desejo e às escolhas que fazemos é mais uma vez o nosso tema. Desta vez o principal valor que ele nos traz é uma reflexão sobre as nossas escolhas e o que estamos fazendo com tanto lixo que produzimos. Parece ser um tema pontual e com um destino panfletário, mas a nossa aposta é despertar idéias e sentimentos no público infanto-juvenil que, devido a um contato cada vez mais midiatizado com o mundo, pode estar ficando mais apático e alheio aos valores da convivência, liberdade e responsabilidade com o bem comum.

Ficha técnica:
Texto e Direção: Henrique Fontes
Elenco: Bruno Coringa, João Victor Miranda, Luiz Gadelha, Doc Câmara e Paulo Lima
Trilha original composta para a peça: Luiz Gadelha e o coletivo
Figurino e cenário: Doc Câmara e o coletivo
Iluminação: Henrique Fontes
Fotos e design: Raphael Cross

Serviço: Flúvio e o Mar Dias: Domingo, 29 de Maio às 17h na Casa da Ribeira
Reservas: 3211 – 7710 (das 16h às 21h)
 
Contatos imprensa:
Joao Victor:             84 8815 7798       e Henrique Fontes:             84 8823-6083      



Nenhum comentário: