terça-feira, 31 de maio de 2011

Espetáculo "Santa Cruz do Não Sei"


O espetáculo "Santa Cruz do Não Sei", desenvolvido pelo projeto de extensão Arkhétypos - Grupo de Teatro da UFRN, sob coordenação do prof. Robson Haderchpek,
faz suas duas primeiras apresentações nos dias 10 e 11 de junho no Teatro-Laboratório do DEART-UFRN (Natal-RN). O espetáculo se propõe a estabelecer um "encontro" com o espectador, por isso os lugares são limitados (40 lugares). Para quem que quiser prestigiar o trabalho, favor comunicar-se pelo e-mail abaixo, dizendo o dia e horário em que pretende assistir, para que possamos reservar os ingressos.
Dia 10/06: às 20h
Dia 11/06: às 16 e às 20h

rob_hader@yahoo.com.br

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Exposição "Porta-joia de Cores", hoje


O Núcleo de Arte e Cultura da UFRN -Natal-RN-convida para a abertura da exposição PORTA-JOIA DE CORES, do Prof. Erasmo Andrade, às 19 horas do dia 26 de maio de 2011, na Galeria Conviv'art da UFRN.

Lançamento de "A vida no planeta Júpiter..."

A prosa Interplanetária “A vida no planeta Júpiter e seus seres luminosos” do escritor potiguar Allan Cedrak leva o leitor a uma viagem através do narrador, Kanty, que além de narrar, descreve detalhadamente os aspectos de vida do planeta rosa(Júpiter).
Um novo olhar surpreendente para as artes, a educação, o relacionamento amoroso e familiar, a reprodução e entre outros, são aspectos que permeiam a narrativa com muito lirismo. Um “romance fantástico” apresentando muita criatividade e beleza nas suas discrições.
As relações sociais e afetivas estão abaladas, o materialismo se tornou o grande propulsor da humanidade. Percebendo estes comportamentos, a ficção busca levar o leitor a refletir sobre valores humanos que estão meio esquecidos na sociedade atual, como o amor universal, não-violência, retidão, paz interior entre outros.
O livro mostra na sua narrativa visionária uma civilização plenamente organizada e de grande evolução e consciência, na busca de apoiar outros planetas, sem nenhum momento explorar essas idéias midiáticas e culturais cheias de clichês que colocam quase sempre os seres interplanetários como invasores e destruidores do planeta Terra.
A obra foi escrita e preparada durante dois anos e já esta sendo negociado com algumas instituições de ensino da cidade para ser adotado e trabalhado em sala de aula com turmas do ensino médio.

O Autor

Allan Cedrak é cantor, escritor, ator e diretor de teatro e cinema, atualmente professor de arte do SESI-RN, formado em Artes cênicas pela UFRN, sendo o primeiro aluno de Artes a participar de um intercambio, sendo aluno especial no ano de 2004 do curso de direção teatral, na UFBa, apresentando sua finalização de curso na cidade de Salvador. Completando neste ano 15 anos de carreira, desenvolveu trabalhos em vários grupos entre eles, grupo de teatro do Cefet(IFRN), grupos GENTE e RODA VIVA da UFRN, idealizador e produtor do Festival 7 e meio de Monólogos teatrais, entre outros. No cinema, já participou de trabalhos como ator dos filmes “O homem que desafiou o diabo” de Moacir Góes e “Caldeirão do Diabo” de Edson Soares entre outros locais, alem de produtor e diretor do filme Vermelho Abajur, participando com este media metragem de mostras como CINE-CUFA em Brasília e Festival Latino Americano de Cinema e Vídeo Ambiental – FESTCINEAMAZÔNIA em Rondônia. Na música, foi vocalista da Banda Pangaio e atualmente participa do grupo AUTA DE LUZ, onde desenvolve pesquisas no campo do teatro, pintura e canto, buscando uma conscientização integral do ser humano e reabilitação holística do ato artístico.  

Serviço:
Lançamento do Livro “A VIDA NOPLANETA JUPITER E SEUS SERES LUMINOSOS”.
Onde: Restaurante e Espaço cultural O SANDWICH, Conj. dos Professores, UFRN, (na rua ao lado da ponta negra Fiat)
Dia 28 de maio(sábado)
Às 19h e 30min.
Participações artísticas do grupo AUTA DE LUZ e músicos convidados, GIRA MUNDO danças circulares e espaço infantil com a PALHAÇA FUÁ.
Livro no valor de 25,00 reais.
Informações:             (84) 88752444      allanteatro3000@hotmail.com

(recebido por e-mail. Não foi possível postar a imagem: arquivo incompatível (html))

terça-feira, 24 de maio de 2011

Espetáculo infantil "Flúvio e o Mar"



Coletivo Atores à Deriva apresenta FLÚVIO E O MAR

Peça infanto-juvenil do coletivo volta à Casa da Ribeira-Natal-RN, dia 29 de Maio.

Um menino com um destino de onda, um desejo de Mar. Assim é Flúvio, o herói da peça "Flúvio e o Mar", espetáculo infanto-juvenil do Coletivo Atores à Deriva, que volta aos palcos da Casa da Ribeira, nos dia 29 de Maio às 5 da tarde.
A peça conta a história de Flúvio, um menino de nome aquático que mora na pequena cidade de Elmo das Pedras e que um dia decide partir em uma aventura em busca do mar. No caminho, Flúvio encontra alguns personagens pitorescos: o Poeta, uma figura sábia e esquisita com um corpo só e duas cabeças; Maravilhoso, um jovem inteligente e muito ligado à sua terra e também as últimas tendências da moda; João Insatisfação, um jovem que tem uma verdadeira obsessão por comprar, mas que não conhece a própria mãe.
Todos esses personagens aparecem no caminho de Flúvio, alertando-o sobre suas escolhas. Finalmente, após uma tempestade, Flúvio encontra o mar e percebe que este está cheio de lixo , fruto de escolhas mal feitas por pessoas do mundo todo. Flúvio se decepciona por ver que o mar dos sonhos dele não está mais do mesmo jeito.
E agora? O que Flúvio irá escolher? Será que este é um destino sem volta?

O PROCESSO:
 
A Peça "Flúvio e o Mar" nasceu de um encontro de desejos dentro do Coletivo Atores à Deriva. Alguns desejavam montar uma peça para o público infanto-juvenil, que em Natal tem acesso a poucas opções de qualidade; outros queriam continuar a pesquisa sobre o mar e seus ensinamentos, ou ainda dar continuidade à pesquisa musical integrada à cena, facilitada nesse processo pelo músico Luiz Gadelha.
Diante desses desejos, duas notícias impactantes nos mobilizaram: o fato de que há ilhas de lixo se formando em todos os oceanos, algumas delas já maiores que alguns países e o grande derramamento de petróleo noticiado amplamente pela mídia internacional. O mar, nossa principal inspiração, está ameaçado.
Falar do Mar é para o coletivo uma metáfora para muitos aspectos da vida. O mar nos possibilita várias leituras, desde visões bem alegres e convidativas àquelas mais melancólicas e sombrias.
Assim, o mar que sempre nos remeteu ao desejo e às escolhas que fazemos é mais uma vez o nosso tema. Desta vez o principal valor que ele nos traz é uma reflexão sobre as nossas escolhas e o que estamos fazendo com tanto lixo que produzimos. Parece ser um tema pontual e com um destino panfletário, mas a nossa aposta é despertar idéias e sentimentos no público infanto-juvenil que, devido a um contato cada vez mais midiatizado com o mundo, pode estar ficando mais apático e alheio aos valores da convivência, liberdade e responsabilidade com o bem comum.

Ficha técnica:
Texto e Direção: Henrique Fontes
Elenco: Bruno Coringa, João Victor Miranda, Luiz Gadelha, Doc Câmara e Paulo Lima
Trilha original composta para a peça: Luiz Gadelha e o coletivo
Figurino e cenário: Doc Câmara e o coletivo
Iluminação: Henrique Fontes
Fotos e design: Raphael Cross

Serviço: Flúvio e o Mar Dias: Domingo, 29 de Maio às 17h na Casa da Ribeira
Reservas: 3211 – 7710 (das 16h às 21h)
 
Contatos imprensa:
Joao Victor:             84 8815 7798       e Henrique Fontes:             84 8823-6083      



domingo, 22 de maio de 2011

Circuito BodeArte


O Circuito BodeArte se torna em 2011 um circuito regional de palestras, oficinas, exposições e apresentações no campo da performance arte.
Esse ano destaca a mudança de abragência de seu enfoque, buscando abarcar trabalhos em diversas linguagens artísticas (artes visuais, teatro e dança) que desenvolvam reflexões em seu interior sobre o campo da performance arte.

Para você artista:

Acesse e siga já o blog do Circuito BodeArte e tenha acesso ao regulamento, ficha de inscrição e muito mais no endereço www.circuitobodearte.blogspot.com.

Para você espectador, colaborador e/ou interessado:
Siga o blog para ter acesso a programação de apresentações, palestras, oficinas e fóruns do Circuito BodeArte, assim como descontos e cortesias para o evento.

Contato (e-mail)
coletivoes3@gmail.com
grupofacetas@gmail.com

Contate-nos também através do blog: www.coletivoes3.blogspot.com

Grato a todos os interessados e desinteressados
Coletivo ES3 (André Bezerra; Chrystine Silva; Felipe Cabral; Yuri Kotke). Natal-RN

sábado, 21 de maio de 2011

"João Insatisfação" na Casa da Ribeira-Natal-RN

Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona

www.teatroficina.uol.com.br



Chamamento da primeira turma

A Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona chama aos que queiram, em todo Brasil, formar-se e formar a “1ª Turma da Universidade Antropófaga”.
Mestres e Aprendizes de todos os Saberes e Sabores, para fazer no Teatro Oficina a “Macumba Antropófaga Urbana” inspirada no Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade, estatuto da Universidade a ser aberta para todo o público no dia 16 de agosto de 2011, terça-feira, aniversário dos 50 anos do espaço do Teatro Oficina, dia de Omolu e Elvis Presley.
Na testa do Teatro Oficina está fincada uma Bigorna de Ferro. Há 53 anos é símbolo dos Ritos do Oficina, onde se malha a ferro e fogo a velha Anatomia do Corpo Colonizado, para nele nascer o Corpo Ator do “Atleta Afetivo”, atuador dos Coletivos de Arte e Tecnologia.
Estes novos Coletivos vão criar pragmaticamente os primeiros percursos da Universidade Antropófaga, através da encenação do Rito Fundador da Antropofagia na fase queda do dente do siso.
Convocamos principalmente os jovens de todas as idades de muito “desejo = talento”, na Arte e na Ciência, que possam e desejem entregar-se ao sabor da Antropofagia, formando-se nos Ritos do Terreiro Eletrônico da TragiComedyOrgya, para aprender e ensinar nesta Universidade, onde antropofagia-se Artes, Tecnologias Multimídias,  Botânicas e Culinárias.
Os trabalhos serão realizados através de Oficinas Uzynas Uzonas lideradas por, pelo menos, um Conselheiro:
do Teatro,
da Dança,
do Circo,
do Canto,
da Música ao Vivo,
da Música Eletrônica,
da Sonoplastia, 
do Vídeo (câmeras, editores, roteiristas etc..),
da Web,
da Luz,
da Direção de cena = Contra Regragem,
do Figurino,
do Guarda Roupa,
da Direção de Arte,
do Design e Criação Visual,
da Arquitetura Cênica,
da Arquitetura e do Urbanismo,
da Produção,
da Administração,
da Arte Botânica Urbana,
da Culinária,
da Divulgação,
da Publicidade,
do Marketing,
do Direito.
Todas as Oficinas Uzynas Uzonas agem estrategicamente comendo-se, dando de comer, criando em conjunto o Rito Deflagrador e Acelerador do Rito de Passagem do Colonialismo Analógico da Idade Patriarcal dos combustíveis não renováveis à Economia Verde: Macumba Antropófaga!
A rapidez da revolução digital, da revolução genética, da interface entre o cérebro e as máquinas, anuncia a mesma rapidez em que se dará a revolução da Economia Verde Renovável.
Estas revoluções precisam de quadros que possam atuar com a Vontade de Poder da Atuação Teatral além do Teatro Explícito, no Teatro do Mundo, comendo os Tabus da sociedade de espetáculos capitalista em todos os seus domínios – que impedem o florescimento da Economia Verde e da livre expansão do Poder Humano Coletivo e Individual.

INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 27 DE MAIO DE 2011, ÀS 23H59.
A Inscrição será feita somente por email, através de mensagem enviada para macumbantropofaga@teatroficina.com.br. Escreva um texto a este Curso Universitário Livre que exponha, onde e como deseja atuar nos campos oferecidos. Escreva também sobre sua interpretação do “Manifesto Antropófago” de Oswald de Andrade, fonte desta criação, ao alcance de todos em vários sites, entre eles no www.antropofagia.com.br, onde há todos os Manifestos de Oswald – inclusive o de Teatro de Extádio: “Do Teatro que é Bom”.
No site do Teatro Oficina há uma versão ilustrada do manifesto e a versão facsimilar.
Coloque no email uma foto sua, de rosto e de corpo inteiro.
O material será analisado pelo Conselho da Associação Teat®o Oficina Uzyna Uzona e os escolhidos serão convidados a entrevistas pessoais ou coletivas com os Corifeus de cada área. Haverá uma segunda seleção e os convocados participarão, em de 12 junho, noite dos namorados, de um ensaio aberto da Macumba Antropófaga.
A partir da passagem por este rito, uma última seleção definirá os atuadores que irão trabalhar nas várias Oficinas Uzynas Uzonas, criando o Rito Público do dia 16 de Agosto da Macumba Antropófaga.



ROTEIRO PARA INSCRIÇÃO NAS UZYNAS UZONAS
Envie uma mensagem para macumbantropofaga@teatroficina.com.br, colocando no campo de assunto a área desejada de atuação (entra as diversas listadas acima);
Escreva no e-mail os seus dados pessoais: Nome + Data de nascimento + endereço e telefone + profissão e/ou o que estuda;
Texto sobre onde (qual área) e como deseja atuar;
Texto sobre sua interpretação e entendimento do Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade; e
Foto de rosto e corpo inteiro.

CRONOGRAMA
Até 27/05 – Inscrições via e-mail.
De 28/05 a 02/06 – Análise do material e Primeira Estação: Seleção de inscritos.
Dias 03 e 04/06 – Convocação dos selecionados para entrevistas.
De 05 a 08/06 – Entrevistas e Segunda Estação: Seleção de entrevistados.
De 09 a 11/06 – Atividades práticas de preparação para o Ensaio Aberto.
Dia 12/06 – Ensaio Aberto para a Terceira Estação: Seleção da 1º Turma da Universidade Antropófaga.
De 13/06 a 15/08 – Quarta Estação: Ensaios da Macumba Antropófaga.
Dia 16/08 – Rito. 

OBSERVAÇÕES:
Todas as atividades das quatro Estações são gratuitas.
O cronograma e horários das atividades serão divulgados após a Primeira Estação, em nosso site e redes sociais.  
Aqueles escolhidos para as entrevistas serão comunicados por email e/ou telefone.
O e-mail macumbantropofaga@teatroficina.com.br deve ser usado apenas para encaminhamento do material de inscrição.

Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Desembucha - Clowns de Shakespeare


 
16 a 22.mai.2011  |  ano IV  |  no 71 
  A Mulher Revoltada

Ainda dá tempo para assistir o espetáculo A Mulher Revoltada, que tem a direção de Fernando Yamamoto e estreou nesta quarta (18), no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília (DF). A peça tem texto de Xico Sá e faz parte do projeto Nova Dramaturgia Brasileira, realizado pela Fomenta Produções, do Rio de Janeiro. A equipe é formada por profissionais cariocas e potiguares, incluindo os atores do grupo Dudu Galvão, Joel Monteiro, Paula Queiroz e Titina Medeiros, além de Marco França na direção musical, Ronaldo Costa na iluminação e Rafael Telles na direção e produção de vídeo. O espetáculo segue em curta temporada até o sábado (21), sempre às 19h, com uma sessão extra no sábado às 17h. Saiba mais sobre o projeto acessando o site do CCBB (clique aqui) ou pelo Facebook do projeto (clique aqui).


  Barracão recebe oficinas
 

Estão abertas as inscrições para a oficina Jogo enquanto princípio para criação dramatúrgica, oferecida pel'A Outra Cia. de Teatro, de Salvador. A oficina visa estimular os discursos individuais dos participantes, de modo a auxiliar na construção de uma dramaturgia individual exposta através de instalações urbanas realizadas nas ruas de Natal. Esta oficina faz parte do projeto Outras Histórias, que acontecerá no Barracão Clowns na próxima semana (mais informações no próximo Desembucha). Também estão abertas as pré-inscrições para a oficina O Clown e sua Poética, com a nossa "mãe-clown" Adelvane Néia. Informações e inscrições para as duas oficinas pelo telefone (84) 3221.1816 (à tarde) ou pelo e-mail arlindo@clowns.com.br.


  Curtinhas
- Nossa amiga Khrystal, uma das grandes revelações da música contemporânea brasileira, participa do projeto Nova Cena Musical no Teatro Café Pequeno, no Leblon, Rio de Janeiro, nesta quinta (19), às 19h.
- Estão abertas até o dia 30 de junho as inscrições para o XVIII Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, no Ceará, que acontecerá de 03 a 10 de setembro. Nesta edição, o festival receberá apenas espetáculos para rua e espaços alternativos. Para mais informações, clique aqui.
 
 
Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare | Rua Amintas Barros, 4673 | Nova Descoberta
Natal | RN | 59075-250 | (84) 3221.1816 (à tarde)
desembucha@clowns.com.br | www.clowns.com.br (em manutenção) | twitter.com/teatroclowns

V Semana do Filme Cult em Natal-RN


 
semana do filme cult.jpg
Clique na imagem para mais informações

Pesadelo mudo de Dementia e A Centopeia Humana são destaques entre outras preciosidades do gênero

Quem se queixa da falta de opções de Cinema alternativo em Natal, onde o pequeno circuito de shoppings se restringe aos “pesos pesados” hollywoodianos, terá a partir do dia 16 como arejar a mente e sair da rotina. Programada para transcorrer até 22 de maio, a V Semana do Filme Cult traz nesta edição seis títulos que mantêm o estilo das anteriores, ou seja, pura variedade dentro do que se compreende pela denominação a qual fazem jus filmes apreciados fervorosamente por cinéfilos das mais diversas gerações. Novamente a iniciativa do Cineclube Natal conta com a parceria da Fundação José Augusto e a colaboração do jornalista e crítico de Cinema Rodrigo Hammer.

A abertura da mostra, no dia 16, é reservada ao clássico O Homem de Palha (The Wicker Man, 1973) que trata de um culto pagão de seguidores "liberais" envolvido no desaparecimento de uma menina em ilha afastada. Ao contrário do que muita gente pensa, a produção não pertence ao vasto rol de "cults" da produtora inglesa Hammer, mas conta com o mesmo clima surrealista daqueles exemplares, dando-se ao luxo de um antológico Christopher Lee na pele de poderoso senhor feudal.

Na terça-feira, dia 17, a semana reserva aos apreciadores do norte-americano Victor Salva (diretor dos excelentes Olhos Famintos I e II) seu filme de estreia Palhaços Assassinos (Clownhouse, 1989). Rodado com poucos recursos, embora empregados com a criatividade peculiar do realizador, foi considerado inovador pelo tratamento dado a um incomum roteiro de “slasher” onde três foragidos de um manicômio judiciário roubam fantasias de palhaço para aterrorizar três garotos numa casa.

A programação será interrompida dia 18 em virtude de evento reservado à pauta do TCP, mas retorna no dia 19, quinta-feira com o insólito “pesadelo” mudo de John Parker, Dementia (Dementia, 1955). O Thriller acompanha uma noite na vida de uma mulher traumatizada por acontecimentos do passado que encontra seus algozes em horripilantes flashbacks.

Reservado à sexta-feira, 20, o bizarro Alice (Neco z Alenky, 1988) do tcheco Jan Svankmajer recria as aventuras do personagem de Lewis Carroll através de um prisma que beira o delírio alucinógeno. A combinação de títeres engenhosos e crítica mordaz aos elementos mais convencionais das fábulas infantis, transformou o longa em entretenimento adulto com o passar dos anos, ao contrário das versões tradicionais para o Cinema.

Talvez o título que melhor expresse a conotação “Cult” da mostra junto a O Homem de Palha, a obra-prima Os Olhos Sem Rosto (Les Yeux Sans Visage, 1960), de Georges Franju, reúne os elementos fundamentais de um Noir temporão para narrar a história de um cirurgião obcecado em reconstruir o rosto deformado da filha usando como matéria-prima, recortes das faces de jovens raptadas em parceria com sua assistente. Será exibido no sábado, dia 21.

Encerrando a semana no domingo, 22, A Centopeia Humana (The Human Centipede-First Sequence, 2009) condensa horror, cientificismo niilista e sadismo extremo para descrever a experiência de um cirurgião decidido a realizar uma “instalação humana” formada por três prisioneiros – duas mulheres e um homem – emendados para deleite do psicopata. Pertencente à safra mais recente do Euroshock, o filme não rendeu a polêmica esperada onde foi exibido, embora apreciado por entusiastas do bizarro mais sofisticado. Como vem fazendo há duas edições, a Semana do Filme Cult inclui uma programação à parte de curtas-metragens exibidos antes de cada sessão.


PROGRAMAÇÃO

16/05 – Segunda-Feira
O Homem de Palha (The Wicker Man, ING, 1973)
Direção: Robin Hardy
Elenco: Edward Woodward, Christopher Lee, Britt Ekland
Sinopse - Policial é chamado a vilarejo em ilha afastada para investigar desaparecimento de menina e se depara com macabro culto pagão em louvor a gigantesco ídolo de palha.

Curta-Metragem
The Hearts of Age (1934) – 8 min.
Direção: Orson Welles/William Vance
Sinopse – Uma sucessão de imagens alinhavadas aleatoriamente e influenciadas pelo Surrealismo. Considerado esboço para o que Welles faria em Cidadão Kane.
_____________________

17/05 – Terça-Feira
Palhaços Assassinos (Clownhouse, EUA, 1989)
Direção: Victor Salva
Elenco: Nathan F. Winters, Brian McHugh, Sam Rockwell
Sinopse – Pouco antes do Halloween, três irmãos isolados numa casa são ameaçados por três dementes foragidos que roubam fantasias de palhaços de circo para barbarizar.

Curta-Metragem
O Solitário Ataque de Vorgon (2010) – 6 min.
Direção: Caio Dandrea
Sinopse – Saga de Vorgon, sujeito atormentado pela perda da namorada, que se vê transformado em criatura gigante.
______________________

19/05 – Quinta-Feira
Dementia (Dementia, EUA, 1955)
Direção: John Parker
Elenco: Adrienne Barrett, Bruno VeSota, Ben Roseman
Sinopse – Mulher desperta de pesadelo num quarto de hotel barato e encontra diversos personagens noite adentro que a aterrorizam por circunstâncias ligadas a um passado sombrio.

Curta-Metragem
La Jetée (1962) – 28 min.
Direção: Chris Marker
Sinopse – Colagem de fotografias ilustra futuro apocalíptico após guerra que destrói o planeta em saltos temporais. Inspirou Os 12 Macacos, de Terry Gilliam.
_____________________

20/05 – Sexta-Feira
Alice (Neco z Alenky, TCH, 1988)
Direção: Jan Svankmajer
Elenco: Kristýna Kohoutová
Sinopse – A visão de Svankmajer do clássico de Lewis Carroll com apenas o personagem principal em meio a títeres em stop-motion.

Curta-Metragem
La Cravate (1957) – 20 min.
Direção: Alejandro Jodorowsky
Sinopse: Adaptação com o típico toque “jodorowskiano” de romance de Thomas Mann sobre mulher que literalmente “troca as cabeças” entre marido e amante.
_____________________

21/05 – Sábado
Os Olhos Sem Rosto (Les Yeux Sans Visage, FRA, 1960)
Direção: Georges Franju
Elenco: Pierre Brasseur, Alida Valli, Juliette Mayniel
Sinopse - Brilhante cirurgião ajudado pela assistente, rapta jovens com a finalidade de remover partes de seus rostos e implantá-las no de sua filha desfigurada.

Curta-Metragem
Meshes Of The Afternoon (1943) – 14 min.
Direção: Maya Deren/Alexander Hammid
Sinopse – Em clima onírico, a jornada de uma mulher e seu universo particular de delírio num apartamento sombrio.
_____________________

22/05 – Domingo
A Centopeia Humana (The Human Centipede-First Sequence, HOL, 2009)
Direção: Tom Six
Elenco: Dieter Laser, Ashley C.Williams, Ashlynn Yennie
Sinopse – Cientista louco sequestra trio de turistas a fim de “remontá-los” como uma nova espécie de animal: uma centopeia humana formada pela emenda de suas bocas com seus retos.

Curta-Metragem
Escola de Carteiros (1947) – 16 min.
Direção: Jacques Tati
Sinopse - Tati, depois de ter as primeiras lições de carteiro, arma a maior confusão no seu novo emprego.  



            (84) 8805-4666       |             (84) 9406–8177      
Av. Hermes da Fonseca, 407, Mercado de Petrópolis, Box 51, Tirol, 59020-000 - Natal/RN

sábado, 14 de maio de 2011

Documentário e exposição sobre Oswaldo Lamartine

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através do Núcleo Câmara Cascudo, convida para o lançamento do documentário "Oswaldo Lamartine: um príncipe do sertão" e abertura da exposição "Vôo da Acauhan" - ensaio por Candinha Bezerra.
Dia: 18/05/2011
Local: Secretaria de Ensino à Distância-SEDIS (ao lado da capela do campus universitário da UFRN-Natal-RN)
Hora: 16h30min

Agnaldo Tavares
Humberto Hermenegildo de Araújo
Vilma Vítor Cruz

sábado, 7 de maio de 2011

MEMÓRIA É HISTÓRIA - NESTA SEGUNDA



PROGRAMAÇÃO:
 09 de maio de 2011.
Auditório do DEART – Teatrinho 
Manhã
09:00 horas – Mesa redonda: Estado da arte da pesquisa sobre história da arte no RN. Participação de Marjorie Simões, Elaine Viana, Mariana Zulianeli, Everardo Ramos e Vicente Vitoriano M. Carvalho 
Tarde
15:00 - Mesa Redonda - Ensino de arte: embates políticos. Participação de Ana Mae Barbosa, Leide Câmara.
16:00 - Mesa redonda - Proposta triangular e mudanças do ensino de arte.
Participação de Ana Mae Barbosa, Vera Lourdes Rocha e Vicente Vitoriano.
18:00 - Lançamento do livro "Abordagem triangular no ensino das artes e culturas visuais".

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Lysia Condé faz última apresentação com acompanhamento de Jow-Jow

Relembrando: hoje, a partir das 21h, última apresentação da temporada da cantora mineira Lysia Condé, no restaurante Veleiros (av. Roberto Freire, Natal-RN). Ela canta acompanhada por Jow-Jow (violão) e  SamiTarik (percussão).Uma excelente opção para a noite desta quinta-feira.


Imagem: Jornal de Hoje, 5/5/2011
(não foi possível postar o cartaz)

terça-feira, 3 de maio de 2011

Muirakytan Macedo lança "Partícula Elementar"

Na próxima sexta-feira, dia 06, acontecerá o lançamento do livro de poemas PARTÍCULA ELEMENTAR, de Muirakytan K. Macedo,  às 19h, na livraria Siciliano Midway Mall-Natal-RN.
Boa poesia, com certeza. 

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Lysia Condé faz última apresentação com acompanhamento de Jow-Jow

Na próxima quinta-feira, dia 5/5, a cantora mineira Lysia Condé fará sua última apresentação da temporada no Veleiros Restaurante (av. Engenheiro Roberto Freire, Natal-RN). Ela Interpreta clássicos e expoentes da MPB, acompanhada dos músicos Juliano Ferreira (Jow-Jow), ao violão, e Sami Tarik, percussão.
Se a cantora é afinada, os músicos são refinados! 
Convide os amigos e vá!



Patrocínio: Arte Musical, Projeto Cultural do Deputado Mineiro, Ma-Noa Park e Internorth Virtual.