terça-feira, 3 de agosto de 2010

Médicos portugueses receitam leitura

A Rede de Televisão Portuguesa Internacional-RTPI apresentou hoje reportagem sobre a recomendação que médicos lusitanos estão fazendo a seus pacientes: leitura. Sim, leitura, de preferência em família. A atitude é um reconhecimento de que essa prática, que cabe no conceito de Literacia*, melhora o estado emocional dos doentes, levando-os para o mundo da fantasia e, o mais importante, para a REUNIÃO, circunstância cada vez mais rara nos dias de hoje, quando é comum cada um se fechar na sua bolha e, se está doente, mais doente tende a ficar, pois passa a cultivar um monólogo com a doença. A leitura retira a pessoa desse pensar-em-si-mesmo-o tempo-todo. Claro, outras atividades podem fazer o mesmo milagre: uma ocupação criativa sempre põe em bom movimento o trem dos pensamentos, quando este se põe a rodar em círculos.




Literacia, em linhas gerais, quer dizer leitura com atribuição de significado, longe, portanto, de se restringir à mera pronúncia das palavras.

Nenhum comentário: