domingo, 25 de julho de 2010

O Anjo Azul corre o risco de ser demolido...!

Av. Hermes da Fonseca

 Transcrevemos texto do jornalista e escritor Franklin Jorge sobre a possível demolição da escultura Anjo Azul, o que será lamentável, caso ocorra.

O ANJO DE NATAL

por Franklin Jorge

O “Anjo Azul”, monumental escultura que pode ser vista por todos os que trafegam pela avenida Hermes da Fonseca, no Tirol, está com os dias contados.
Ícone e cartão de visitas da galeria homônima - que deve fechar em breve, segundo noticiário veiculado na Internet -, a obra de Jordão passou a fazer parte da paisagem urbana de Natal, cidade em tudo marítima e celeste.
Quem a idealizou o fez de maneira generosa, ao colocá-la ali, à vista de todos, para usufruto geral dos que se surpreendem ou se encantam com a arte desse singular criador, por muito tempo vivendo submergido no pior dos anonimatos – aquele que resulta de ser anônimo na terra onde vimos a luz pela primeira vez…
A informação que circula diz que a obra será demolida e, como tal, transformada em escombros. Que não seja assim, espero: pois quem teve a sensibilidade de idear um anjo para guardar o seu negócio, há de ter a grandeza de, em vez de transformar o anjo em poeira inútil, doá-lo, talvez, ao Parque da Cidade ou a qualquer outro espaço público de Natal onde possa continuar a ser admirado e querido por todos.
Daqui, faço um apelo ao seu proprietário: preserve o anjo! O Anjo tutelar de Natal.

Um comentário:

Anônimo disse...

Vamos salvar o Anjo de Natal.
Mandem uma mensagem para o novo jornal em nome do editor de Cultura:

franklinjorge@novojornal.jor.br

defendendo a integridade do Anjo Azul.