sexta-feira, 27 de novembro de 2009

"A proposta de Artes do Corpo": Profª Drª Christine Greiner


Mais uma boa palestra ministrada na Semana de Artes (v. referência no post abaixo deste): "A proposta de Artes do Corpo", por Christine Greiner (PUC-SP). Ela mostrou a importância de que sejam pensados e desenhados outros campos de estudo, para além dos sacralizados pelas instituições de ensino superior. "Artes do Corpo" são um desses campos e se insere nas demandas do contemporâneo.
A propósito de contemporâneo, ela tratou de esclarecer: não se trata, necessariamente, do que se faz hoje, agora, mas do que não repete padrões convencionais, não adere ao que já é produto de condicionamentos.
Bem-vindo esse discurso sem retorcimentos conceituais, principalmente quando se fala também para jovens universitários. E o melhor, no caso, é que Chris (assim é chamada) fala de forma descontraída, simpática, como numa conversa de calçada, sem pressa... Uma forma contemporânea de fazer uma fala 'institucional' . Não repetiu os padrões convencionais das palestras. Assim todos ganham. Fica-se à vontade para interpelações, trocas, acréscimos. Como se todos tomassem cafezinho à mesma mesa, enquanto o novelo da fala vai se des-envolvendo (escrevo assim de propósito, para lembrar o sentido autêntico do cansado verbo desenvolver). Num trocadilho, acontece um inevitável envolvimento...

Assim seja sempre. E parabéns a todas as pessoas que participaram.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

o performer Wellington Júnior abre a Semana de Artes




Aberta ontem, às 14h, a Semana de Artes-Departamento de Artes-UFRN, englobando a III Semana de Teatro, a II Semana de Artes Visuais, a I Semana de Dança e a I Amostra de Design.
Houve a projeção do documentário O corpo na arte contemporânea (Fernando Cocchiarale e Viviane Matesco, 2005).


A palestra - Corpo, comunicação e arte- ficou a cargo do prof. Dr. Wellington Júnior (UFC), que a complementou com um vídeo instigante e, mesmo, desnorteador para quem está preso a conceitos convencionais de arte. Relatos, memória emocional, agruras (re)experimentadas no corpo vivo, arte, não-arte? Catarse, a vida num 'segundo' ato, que é o 'primeiro', não faltassem atores essenciais, já idos?... A dor no moinho do re/fazer, ou trans/fazer sem trasncender -porque transcender é também esquecer-?
A língua como órgão de fala que, de repente, se oferece para que algo fale nela: o peircing-brinco- de-ouro com a primeira letra do nome da mãe... "G"... O dorso autolanhado com galho da mesma acácia de onde o pai retirou também um galho com que surrou o antes menino... O performer não se importa se Édipo anda por aí... Até admite (e se salva). E trata tudo como uma iniciação, algo religioso. "Hierofania", ele disse.
O corpo-significante nu -como todo significante?- preenchido de significados sagrados, referidos pelo oficiante, o performer. Nunca uma nudez foi tão amável e inocente. Em nada assemelhada à meia-nudez dos comerciais e à nudez inteira dos filmes eróticos (erróticos: de erro, de ótica errada). Surpreende por isso: porque é pura nudez pura.
E quando ele fala, fala a partir da polpa da palavra, não de sua casca ressecada.
E teve sangue. Sangue tem sentido ambivalente: nascemos dele/nele. Derramado em excesso, morre-se.

A arte derrama sangue, às vezes. Pouco. Assim não morre.
Inquietações restam.

sábado, 21 de novembro de 2009

Projeto Chico Vila e Chama Viva apresentam...

Notícias do Clowns de Shakespeare






Curtinhas
Confira as proezas bem-sucedidas do grupo
Clowns de Shakespeare aqui:
www.clowns.com.br/odiariodocapitao.

- O Galpão Cine Horto abre inscrições para diretores e propostas de
pesquisa e montagem para o Oficinão Galpão Cine Horto 2010.
O projeto é aberto para artistas de todo o país, e as inscrições
vão até o dia 04 de dezembro.
Mais informações como o edital e a ficha de inscrição
podem ser encontrados no site
www.galpaocinehorto.com.br.

- Aproveitando a ocasião do Ano Grotowski pela UNESCO,
a UNIRIO,através da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura,
realiza o Seminário Internacional Grotowski 2009:
uma vida maior que o mito
, com
curadoria da Prof. Tatiana Motta Lima,
entre os dias 30/11 a 06/12.
Detalhes pelo site do evento,
www.grotowski2009.com.br."


(recebido por e-mail)

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Semana de Artes de Artes-Dep. de Artes-UFRN


Inscreva-se! Participe!
De 23 a 27 de novembro.

Estão previstas palestras, oficinas, exposições, performances,

encenações e apresentações, com alguns convidados externos:

Welligton Júnior (UFC), Christine Greiner (PUC/SP) e

Marila Vellozo (FAP/PR).

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

5º Mobilefest 2009

FÁBIO FON, artista plástico e professor no Departamento de Artes/Universidade Federal do Rio Grande do Norte, participa em São Paulo, onde nasceu, do 5º Mobilefest 2009 -Festival de Arte e Criatividade Móvel-, com a Intervenção móvel-urbana CAPTAS - trabalho realizado em co-autoria com Soraya Braz.
Veja matéria do jornal Folha Online:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/videocasts/ult10038u651382.shtml

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Tropa Trupe no Parque das Dunas, domingo

O Projeto Bosque Encena apresenta, na manhã do próximo domingo, o Varieté do grupo circense Tropa Trupe, no anfiteatro Pau-brasil, do Parque das Dunas-Natal-RN. Uma ótima opção para as crianças (e adultos também).
Contato: Marcos Sá de Paula (produtor) - 8809-0544
(recebido por e-mail. Não conseguimos postar a imagem)

II Semana de Artes de Artes-Dep. de Artes-UFRN

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Confira a programação do CCBB Itinerante Etapa Natal (RN)

MÚSICA

Vozes de Mestres - Egberto Gismonti | Abertura: Déa Trancoso | Dia 10 de novembro, às 20h
Local: Teatro Alberto Maranhão
Entrada: R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia entrada para estudantes e idosos.
Clientes e funcionários do Banco do Brasil também pagam meia - benefício
válido, inclusive, para o acompanhante)

O projeto “Festival Internacional de Cultura Popular – Vozes de Mestres”,
tem como objetivo promover a valorização da diversidade cultural brasileira,
conta com a participação de artistas e grupos de reconhecimento
internacional, nacional e local.

Egberto Gismonti, cantor, músico, compositor e arranjador é considerado
um mestre da música instrumental popular, destacando-se pela sua
capacidade de experimentação.

Déa Tancoso é pesquisadora das raízes musicais brasileiras, e lança em
nível nacional o seu primeiro trabalho solo: o CD TUM TUM TUM.
Vencedora do X Festivale - Festa da Cultura Popular do Jequitinhonha,
a cantora fez participações especiais em outros trabalhos, dentre eles,
o CD Palmeira Seca - Chico Lobo e convidados, em dueto com Tino
Gomes na faixa Marruá.

Classificação: Livre


DANÇA

Vozes de Mestres - Balé do Teatro Alberto Maranhão |
Dia 12 de novembro, às 15h e 20h
Local: Teatro Alberto Maranhão
Entrada Franca | senhas serão distribuídas 1 hora antes do início do evento.

A Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão apresentará o espetáculo
"O QUE ESCREVE O CORPO", que aborda a diversidade do ser
contemporâneo na escrita do corpo em forma de movimento inserida
no espaço cênico. As coreografias do espetáculo, em sua maioria, são
assinadas por coreógrafos potiguares.

A Cia. de Dança do Teatro Alberto Maranhão está vinculada à Fundação
José Augusto (Governo do Estado do Rio Grande do Norte), e em seus
11 anos de atividades artísticas desenvolve um trabalho de Dança
Contemporânea, tendo recebido 30 prêmios ao participar de Festivais
de Dança em Joinville(SC), Campos do Jordão(SP), Cabo Frio(RJ), Fortaleza
(CE) e Indaiatuba(SP).

Classificação: Livre


TEATRO

O Caminho Para Meca | De 13 a 15 de novembro, às 20h

Local: Teatro Alberto Maranhão
Entrada: R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia entrada para estudantes e
idosos. Clientes e funcionários do Banco do Brasil também pagam
meia - benefício válido, inclusive, para o acompanhante) | Duração: 110 min

O espetáculo é protagonizado por Cleyde Yáconis, a partir do texto de
Athol Fugard, um dos mais importantes dramaturgos contemporâneos
da língua inglesa. Inspirado em uma figura real, o texto fala de segregação
racial, contando a história da sul africana Elizabeth Martins, uma autêntica
outsider que encontra sua forma de expressão por meio da escultura,
produzindo uma arte não convencional. Direção: Yara de Novaes; Elenco:
Cleide Yáconis, Patrícia Gasppar e Cacá Amaral.

Classificação: 12 anos


CINEMA

Os Melhores Filmes do Ano - ACCRJ | De 10 a 15 de novembro, às 16h e 18h
Debate | Dia 14 de novembro, às 18h

Local: Solar Bela Vista - Auditório
Entrada Franca | senhas serão distribuídas 1 hora antes do início do evento.

O projeto oferece ao público a oportunidade de assistir ou rever os dez melhores filmes do ano selecionados pela Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ), em duas sessões diárias, além de promover um debate com um crítico carioca e um crítico local no último dia do evento.

Consulte a classificação indicativa de cada filme | Ver Sinopses 1


Programação

10 de novembro | terça
16h | Queime Depois de Ler | 96 min
18h | Onde os Fracos Não Têm Vez | 122 min

11 de novembro | quarta
16h | Paranoid Park | 85 min
18h | Sangue Negro | 158 min

12 de novembro | quinta
16h | Um Beijo Roubado | 97 min
18h | Não Estou Lá | 135 min

13 de novembro | sexta
16h | O Escafandro e a Borboleta | 112 min
18h | Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto | 117 min

14 de novembro | sábado
16h | Estômago | 112 min
18h | Debate

15 de novembro | domingo
16h | Wall-E | 98 min
18h | Onde os Fracos Não Têm Vez | 122 min


CINEMA INFANTIL

Sessão Criança | De 10 a 15 de novembro, às 9h e 14h
Palestra para Educadores | Dia 10 de novembro, às 9h

Local: Solar Bela Vista - Auditório
Entrada Franca | senhas serão distribuídas 1 hora antes do
início do evento.

Mostra de filmes para crianças e jovens conduzida por apresentadores
formados em artes e na linguagem audiovisual. Serão realizadas duas
sessões diárias, além de promover uma palestra por cidade para educadores
formais e informais abordando o uso do cinema na educação.

Classificação: Livre | Ver Sinopses 2


Programação

10 de novembro | terça
9h | Palestra para Educadores
14h | Kiriku e a Feiticeira (71 min)
Rota de Colisão (12 min)

11 de novembro | quarta
9h | Brichos (77 min)
14h | O Reino dos Gatos (75 min)
Derrube Jack (8 min)

12 de novembro | quinta
9h | Kiriku e a Feiticeira (71 min)
Rota de Colisão (12 min)
14h | O Castelo Animado (119 min)

13 de novembro | sexta
9h | Brichos (77 min)
14h | A Profecia dos Sapos (90 min)

14 de novembro | sábado
9h | O Reino dos Gatos (75 min)
Derrube Jack (8 min)
14h | Brichos (77 min)

15 de novembro | domingo
9h | A Profecia dos Sapos (90 min)
14h | Kiriku e a Feiticeira (71 min)
Rota de Colisão (12 min)


EXPOSIÇÃO

De 10 a 15 de novembro, de 9h às 18h | Exposição
Serra da Canastra

Local: Solar Bela Vista
Entrada Franca

Mostra fotográfica do documentarista Adriano Gambarini da região
considerada a Chapada de Minas Gerais, extremamente rica em aspectos
naturais, com espécies da fauna ameaçadas de extinção, plantas e vegetações
endêmicas, além da cultura local, com traços e hábitos da população ainda
enraizados, sem qualquer interferência do mundo moderno. O evento
levará a cada uma das cinco etapas, 40 fotografias coloridas, painéis
com cartografias e textos explicativos, agendamento de visitas guiadas
para escolas e uma oficina de fotografia.

Classificação: Livre


IDEIAS

Vozes de Mestres | Mesa Rendonda: “Brasil: quem somos nós e
como chegamos a ser o que somos?” com Egberto Gismonti,
Lira Marques, Frei Chico (escritor do primeiro dicionário da
Cultura Popular Brasileira) e Mestre Local, com mediação
de Déa Trancoso | Dia 11 de novembro, às 19h

Local: Teatro Alberto Maranhão.

O tema "Brasil: Quem somos nós e como chegamos a ser o que somos?"
abordará a diversidade cultural brasileira em seus mais variaos aspectos.
Personalidades do universo da cultura popular são convidadas a falar
sobre suas experiências e desafios para manter viva a tradição na
contemporaneidade.

Frei Chico, holandês erradicado no Brasil à 42 anos, estudioso da cultura
popular brasileira e escritor do dicionário da Cultura Popular Brasileira.
Lira Marques, artesã. Junto com o holandês Frei Chico, viajou pelo
Vale do Jequitinhonha e registrou, em 250 fitas e em muitos cadernos,
rezas, versos, sabedorias, benzeções e cantigas populares, como as das
lavadeiras. Muitas dessas músicas são cantadas hoje pelos seis corais
que existem em Araçuaí. Juntos, lançaram o CD "Dona Generosa e
Corais de Araçuaí", uma cantoria em homenagem ao pesquisador, violonista
e folclorista Frei Chico e a artesã Maria Lira Marques. Lira canta no disco

Classificação: Livre


OFICINA

Vozes de Mestres - Oficinas | De 10 a 14 de novembro

Inscrições e Informações no site www.vozesdemestres.com.br

10 de novembro | Oficina Mural de Cerâmica, em praça pública,
com Germana Arthuso | De 9h às 12h e 14h às 17h
12, 13 e 14 de novembro | Oficina “Corpo e Voz” com a facilitadora
Déa Trancoso | De 14 às 17h

sábado, 7 de novembro de 2009

Clowns de Shakespeare continua fazendo sucesso em S. Paulo

Recebido por e-mail:

Deu na Folha de São Paulo



A Folha de São Paulo desta última quinta-feira (05), trouxe no

caderno Ilustrada uma crítica do espetáculo O Capitão

e a Sereia, assinada pelo Prof. Dr. Luiz Fernando Ramos,

professor da ECA/USP e crítico do jornal. Além de avaliar

o espetáculo como ótimo - avaliação máxima -, Luiz Fernando

faz uma leitura muito precisa, embasada e generosa do nosso

trabalho! A temporada continua até o dia 29 de novembro,

no teatro do SESI Vila Leopoldina, em São Paulo. Às quintas (20h),

sextas (16h e 20h), sábados (20h) e domingos (19h). A entrada é

gratuita. No nosso blog, O Diário do Capitão, postamos a crítica na íntegra.

Visite: www.clowns.com.br/odiariodocapitao.


Teatro de grupo brasileiro reunido em São Paulo

Nesta semana estamos participando do Próximo Ato,
evento realizado pelo Itaú Cultural que, nesta edição,
promove um encontro histórico para o teatro brasileiro:
estão em São Paulo representantes de dois grupos de
cada um dos 26 estados do país, além do Distrito Federal.
Este evento marca o fechamento da curadoria de Maria
Tendlau, Antônio Araújo
e José Fernando Azevedo à frente
do projeto. É uma oportunidade ímpar de reconhecermos
as diferentes realidades e sotaques dos grupos do país.
Mais informações no blog do evento:
http://proximoato.wordpress.com/

Curtinhas

- A curta temporada do espetáculo Mulheres a Bordo, das nossas
parceiras do Grupo de Teatro Os Contemplados será finalizada
neste fim-de-semana. O espetáculo será apresentado no nosso
espaço, o Barracão Clowns neste sábado (07) e domingo (08),
às 20h, com ingressos a R$ 5,00.

- Além do Próximo Ato, outro importante encontro acontece
em São Paulo nesta semana: é a V Reunião Científica da Abrace,
a Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas,
que reúne os principais pesquisadores do país na USP nos dias 5 e 6.
O evento teve na abertura o alemão Hans-Thies Lehmannn.
Mais informações no site http://www.portalabrace.org/portal/

Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare.
Rua AmâncioRamalho, n° 08. Lagoa Nova.
Natal - RN. CEP 59056-080. Fone: (84) 3221.1816 (à tarde)
|
www.clowns.com.br



quarta-feira, 4 de novembro de 2009

"Pedaços de Imagens e Terra"

"Pedaços de Imagens e Terra -Ângela Almeida

CERÂMICA: “AS PORTAS DAS CIDADES DE CALVINO”.

Após os ensinamentos básicos com a ceramista

Regina Guedes, parti para a cerâmica contemporânea.

Minha fonte de inspiração foi o livro “As Cidades Invisíveis”,

do autor italiano Italo Calvino.

Escolhi vinte cidades entre as cinqüenta descritas no

livro e me lancei no desafio de criar objetos,

que são exatamente peças em cerâmica vitrificada,

modelada à mão, de aproximadamente 30 x 30 cm

e passando pelo processo de queima de 1.040 graus.

São objetos que contêm elementos possíveis de

serem identificados com qualquer cidade que exista em nossa memória.

FOTOGRAFIAS

“.rosa do deserto”

Uma série de fotografias montadas a partir do conto

“.rosa do deserto” do escritor João Anzanello

Carrascoza.

A intenção inicial desse trabalho foi tomar a escrita

como imagem e a partir daí dialogar com outras imagens

plásticas ou artefatos como linhas e esculturas. Apesar

dessa intenção primeira de quebrar a linearidade da

escrita para submetê-la também à superfície/imagem,

esse trabalho nasceu de impulsos intuitivos, fora de uma

ordem lógica ou conceitual. Sobressaindo assim insights

traduzidos por um logos poético e resultando em imagens

entrelaçadas de complexidades entre arte, fotografia,

apropriação ou intervenção.

São imagens talvez fora de uma lógica discursiva

e de tratamentos técnicos próprios da fotografia, porém

são repletas de significados emocionais e submersas numa

mobilidade de subjetividades.

Um aviso antes de tudo: não precisa entendê-las,

apenas se deixar levar pela contemplação.

Acredito que nesse trabalho entre a compreensão e o

olhar, prevalece o olhar como uma dança, seja para se

deixar arrastar ou para tecer outras imagens.

FOTOGRAFIAS II

“Feito pra mim”

Aqui também é uma intervenção fotográfica a partir

de um poema “Feito pra mim” da escritora portuguesa

Teresa Vergani. A partir de um livro/poema que ela

produziu apenas para poucos amigos.

A EXPOSIÇÃO estará aberta ao público e a todos

os amigos a partir do dia 12 a 26 de novembro de

2009, na loja FRAGMENTOS, Av. Afonso Pena, 433.

Ali ao lado da Banca do Sol (Natal-RN) do nosso amigo Tota.

Estarei de certa forma nesse período sempre que for

possível disponível junto com Laura Matos

(proprietária da loja) para um papo e recebê-los."

(recebido por e-mail)

Muito sucesso a Ângela Almeida, que assim abre outras janelas para o infindável mundo do sensível.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Espetáculo "Beco da Lama" vem aí


"O espetáculo “Beco da Lama”, baseado no texto teatral “Esquina do mundo - a hora do cão-lobo”, de Cláudia Magalhães (recentemente publicado em livro), vai ganhar os palcos natalenses. Aliás, um galpão. Sim, porque a idéia do encenador João Marcelino e do diretor musical Danilo Guanais (foto) é de montar a peça em um galpão na Ribeira. E a idéia se adéqua bem ao espírito da peça, que mostra bêbados e marginais em um bar, em um beco que é o da Lama, mas que pode ser qualquer beco de qualquer lugar do mundo. Com a produção executiva de Ana Lira e Fernando Rocha, o espetáculo tem previsão para estrear em fevereiro de 2010. João e Danilo vão abrir audições para escolher o elenco do espetáculo musical (ou seja, como nos bons musicais americanos, tem que saber interpretar e cantar), em data e lugar e serem definidos. Mais informações através do e-mail: dguanais@musica.ufrn.br