quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

"Manhã, tão bonita manhã..." no Museu Câmara Cascudo







Aberta, a partir de hoje, no Museu Câmara Cascudo, dirigido pela Profª Sônia Othon (DEART-UFRN) , a Exposição Cantos de Cascudo, com trabalhos dos componentes do GUAP-Grupo de Aquarela e Pastel, coordenado pelo Prof. Vicente Vitoriano ( DEART/UFRN), também artista plástico e participante da Expo. Os trabalhos foram inspirados em Canto de Muro, de Câmara Cascudo, um nome por demais reconhecido na pesquisa dos saberes tradicionais, aqui e alhures. O Museu como que rejuvenesce, abrindo-se a uma dinâmica de atividades que o tornarão mais familiar à comunidade.
Houve ainda uma mesa-redonda ( Cel. Fernando Hipólyto, Dr. Carlos Gomes, jornalista Vicente Serejo, Pery Lamartine e Ana Maria Cascudo, filha do pesquisador e coordenadora da mesa) sobre a ligação de Cascudo com a aviação... Sim, mais uma faceta do autor de Cinco Livros do Povo e de inúmeras outras obras.
Em "Câmara Cascudo: viajante da escrita e do pensamento nômade", a professora e ensaísta Ilza Matias de Sousa (Programa de Pós-graduação em Estudos da Linguagem/Departamento de Letras-UFRN) diz: "Percorrer a obra de Cascudo equivale a percorrer o seu próprio trilhamento no discurso, na fala, na letra. Uma experiência que soube elevar a um nível que transcende os epítetos de folclorista, etnógrafo, historiador..."

Pois foi por esse Cascudo plural e inesquecível esta manhã tão bonita. Parabéns a todos.

Nenhum comentário: